INGREDIENTES

 

320g de espaguete, penne ou fusilli de farinha de grano duro

6g de peperoncino fresco ou pimenta dedo-de-moça

400g de tomates pelados italianos

40g de azeitonas pretas sem caroço

100g de mussarela “Fior di Latte”

20g de alcaparras dessalgadas

70g de cebolas vermelhas

Sal fino qb

Azeite extravirgem de oliva italiano qb

É nos pequenos detalhes que se escondem as maiores surpresas. Leve os Sabores da Italia para casa e surpreenda-se como um chef de cozinha.

PASTA ALLA VESUVIANA

4 PORÇÕES

Levado pelos árabes até Sicília, o macarrão de lá seguiu seu curso e espalhou-se por todo o território italiano, transformando-se num símbolo nacional. Há versões com massas frescas, feitas com água, farinha de trigo, ovos e água. Há outras preparadas com massas secas, produzidas com trigo de grano duro e trefiladas em bronze, que lhes confere a rugosidade perfeita para que o molho grude à massa na medida certa, proporcionando uma experiência gastronômica única.

 

A receita proposta a seguir prevê o uso de massa seca, cujo consumo representa cerca de 80% das massas consumidas no mundo. De todo modo, fresca ou seca, o fundamental é que a farinha tenha boa procedência e as italianas se diferenciam pelo teor médio-alto de proteínas.

PREPARO

Corte a cebola vermelha ao meio e, em seguida, em fatias finas. Também corte em fatias finas a pimenta, tomando o cuidado de eliminar as extremidades, que normalmente possuem um sabor bem mais acentuado. Por fim, pique as azeitonas, mas em pedaços não muito pequenos, e corte a mussarela em cubinhos.

 

Coloque água com um pouco de sal numa panela para ferver. Ela será usada para cozinhar o macarrão.

 

Coloque um fio generoso de azeite extravirgem de oliva italiano em outra panela, leve a fogo médio e adicione a cebola e a pimenta. Mexa continuamente, adicionando uma ou duas conchas de água de cozimento até que a cebola fique macia e dourada.

 

A este ponto, adicione os tomates pelados, levemente desmanchados com uma colher de madeira. Em seguida, adicione as azeitonas e as alcaparras picadas e, se necessário, ajuste o sal. Deixe o molho cozinhar em fogo brando por cerca de 12 minutos.

 

No meio tempo, a água já deve estar fervendo e você poderá adicionar o macarrão. Se tiver escolhido espaguetes, coloque-os em pé no centro da panela e solte-os, mexendo neles suavemente até que todos os fios fiquem submersos (jamais quebre o macarrão ao meio. Isso para um italiano é um sacrilégio!). Atenção para não superar o tempo de cozimento indicado na embalagem. Na verdade, é melhor até deixar de 30 segundos a 1 minuto a menos, pois o macarrão vai continuar cozinhando no molho e ele deve ser servido “ao dente” ou seja, oferecendo uma sutil resistência à mordida.

Assim que o molho estiver pronto, adicione a mussarela e um pouco de orégano fresco picado.

 

Uma vez pronto, escorra o macarrão e coloque-o diretamente na panela do molho, mexendo para que o mesmo grude bem na massa. Adicione uma concha de água de cozimento, rica em amido, para ajustar a cremosidade do molho.

 

Empratar e servir imediatamente, pois as massas são um prato que se come quente.

HARMONIZAÇÃO

Complete sua experiência gastronômica com um bom vinho italiano, lembrando que pratos de sabores intensos pedem vinhos tintos, de sabor e aroma mais encorpados, entre os quais reinam absolutos os Barolos, os Amarones, os Barbarescos, os Chiantis e os Brunellos, para citar apenas alguns.